01:37 Ivan Freitas 0 Comentarios

Será?



"Nós temos a posição de Isabella no carro confirmada pelo próprio casal e são marcas bastante significativas. Isso aliado a outros fatores - eu não pretendo entrar na discussão disso – nos permitem concluir que se tratava de sangue de isabella. A conclusão é clara, absolutamente clara. Só não vê quem não quer", disse o promotor Francisco Cembranelli.

("Parte da perícia foi usada incorretamente em interrogatório no caso Isabella")


Em tempo: Luiz Vaz de Camões não tem nada haver com essa história. Acontece que não encontrei nenhuma imagem do promotor Cembranelli para ilustrar este post.

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga