13:03 Ivan Freitas 0 Comentarios





Um dia meu pai chegou em casa, nos idos de 63
E da porta ele gritou orgulhoso:

"- Agora chegou nossa vez! Eu vou ser o maior,
comprei um Simca Chambord!"


O inverno veio impedir o meu namoro no jardim
Mas a gente fugia de noite
Numa fissura que não tinha fim
Na garagem da vovó;
Tinha o banco do Simca Chambord

Fazendo Simca Chambord
Meu pai comprou um carro,
Ele se chama Simca Chambord

E no caminho da escola eu ia tão contente
Pois não tinha nenhum carro
Que fosse na minha frente
Nem Gordini nem Ford
O bom era o Simca Chambord

O presidente João Goulart, um dia falou na TV
Que a gente ia ter muita grana
Para fazer o que bem entender
Eu vi um futuro melhor,
no painel do meu Simca Chambord

Mas eis que de repente, foi dado um alerta
Ninguém saía de casa e as ruas ficaram desertas
Eu me senti tão só, dentro do Simca Chambord...


Tudo isso aconteceu "há mais de quarenta anos"
Que vieram jipes e tanques que mudaram os nossos planos
Eles fizeram pior
Acabaram com o Simca Chambord!


(Simca Chambord - Marcelo Nova/Miguel Cordeiro/
Gustavo Mullem/ Karl Hummel - 1986)

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga